Paraíba deixa de emitir mais de 1.500 passaportes por mês, diz Polícia Federal

Com emissão de passaportes suspensa no Brasil, PF na Paraíba deixa de entregar 1.500 passaportes por mês (Foto: Reprodução/TV Globo/Arquivo)A Paraíba deixa de entregar cerca de 1.500 passaportes por mês nas três delegacias da Polícia Federal em João Pessoa, Campina Grande e Patos. De acordo com o delegado Rodrigo Carvalho, responsável pelo setor de passaportes na Paraíba, todos os outros procedimentos ainda são realizados, apenas a emissão do documento que está suspensa.
Os paraibanos ainda podem “solicitar o passaporte, agendar a ida à Polícia Federal, cadastrar a biometria” etc., apenas a impressão do documento que está suspensa pois é um acordo entre a polícia e a Casa da Moeda do Brasil, disse Rodrigo.

Ele ainda acredita que “até a próxima semana o Senado Federal deve solucionar esse problema e, naturalmente, quem solicitou antes vai ter prioridade para receber o documento”. “Não é falta de verba, a Polícia Federal tem dinheiro mas não tem orçamento. É preciso um acordo com o Senado para que seja possível liberar o orçamento”, diz o delegado Rodrigo Carvalho.

A Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização (CMO) aprovou na terça-feira (4) o Projeto de Lei 8/2017 que libera mais de R$ 102 milhões para a Polícia Federal retomar a emissão de passaportes. O texto ainda segue para o Congresso Nacional aprovar e depois seguir para a sanção.

Passaporte de emergência
O delegado Rodrigo Carvalho ainda informou que o único documento de viagem que está sendo emitido pela Polícia Federal é o passaporte de emergência, que geralmente é utilizado para trabalho ou tratamento de saúde. Mas Rodrigo alerta: “é melhor esperar a emissão do passaporte comum pois não são todos os países que aceitam o passaporte de emergência”.

Contenção de gastos na Polícia Federal
Neste ano de 2017, a verba da Polícia Federal foi reduzida em 44%, segundo informou o delegado Rodrigo Carvalho. “Com 44% de dinheiro a menos, isso significa 44% a menos de serviços prestados à população”, disse. Ele afirmou que na Paraíba nenhum serviço deixou de ser prestado, apenas a emissão de passaportes que é uma decisão em nível nacional.

Fonte: G1PB
Compartilhe este artigo :
 
BLOG - JEFTE NEWS 2013
Blog Filiado a Rede Sertão-PB